Golpe no WhatsApp promete jantar gratuito em restaurantes

O número de golpes utilizado para clonar o número de WhatsApp dos celulares brasileiros cresce a cada dia, e ganhou mais uma faceta neste início de ano. Em São Paulo, criminosos mandam mensagens oferecendo supostos jantares gratuitos em endereços gastronômicos premiados da capital paulista, para assumir o controle da conta da vítima.

A lista de locais que divulgaram mensagens nas redes sociais, alertando os clientes que não estavam realizando promoções do tipo, inclui: Evvai, no Jardim Paulistano; Tuju, na Vila Madalena; Attimo Per Quattro e a hamburgueria Tradi, na Vila Nova Conceição; Mercearia do Francês, no Higienópolis; Ristorantino, no Jardim Paulista, e Lassù, em Santana.

Funciona assim: você recebe no seu celular um convite de um perfil que se apresenta como de um restaurante como o Evvai. A mensagem afirma, por exemplo, que você foi premiado com um jantar gratuito para cinco pessoas por meio de um sorteio e, para confirmar a presença, precisa acessar um link. Depois que você clicar no site, seu celular receberá um código de mensagem de texto.

O indivíduo pede que você mande o código para ele: não faça isso. É a ativação do WhatsApp, que permitirá que seu número no aplicativo seja clonado.

“Primeiro falavam que eram festas. Falavam que um chef estava organizando um evento e precisava enviar o código para validar o convite”, afirma o chef Luiz Filipe, do Evvai, que teve seu nome usado pelos criminosos para a clonagem de contas. Depois a equipe do restaurante italiano passou a receber ligações de clientes questionando sobre refeições que teriam ganhado por um sorteio. “Um almoço para cinco pessoas e tudo pago. Tudo isso para roubar o WhatsApp”, lembra Filipe. Depois dos episódios, a equipe colocou um aviso nas redes sociais do restaurante, alertando sobre o problema.

Já Ricardo Trevisani, do Lassù e do Ristorantino, não chegou a receber relatos de consumidores, mas achou melhor colocar o aviso nas redes sociais das casas, já que usaram seu nome para convites falsos de eventos. “A maioria das pessoas me ligaram e a gente conseguiu que essa coisa parasse. Mas tive amigas que acabaram tendo problemas”, relata.

O Tuju passou a exibir uma mensagem no seu site avisando sobre o golpe. Medida parecida foi adotada pelo Attimo Per Quattro, a hamburgueria Tradi e a Mercearia do Francês, que pertencem ao grupo Gastronomia MF, do restaurateur Marcelo Fernandes.


Veja também:

Comentários

Colabore com esse conteúdo deixando a sua opinião ou comentário. É muito gratificante para o produtor de conteúdo ter sua interação.